A importância de aprender a programar no Marketing

Facebook & Instagram – Nunca mais erre o tamanho das imagens
19/06/2017
Diversidade: indo além do óbvio
13/11/2017
Show all

Já não é de hoje que falamos aqui no Desafiando o Marketing do crescimento da tecnologia nas área de marketing. Ano passado, só nos Estados Unidos, foram mapeadas mais de 2.000 ferramentas de marketing, divididas em mais de 40 categorias. A Gartner previu que para este ano, CMO’s vão gastar mais em tecnologias do que CIO’s. São número surpreendentes.

É tanta tecnologia que um novo perfil do profissional do marketing é necessário. Já falamos um pouco sobre o assunto neste vídeo aqui e também o nosso querido Felipe Figueiredo contou como fez a sua  transição de carreira. Mas queria abordar neste artigo um ponto que ainda não falamos tanto, que é a importância de aprender a programar e como isso será benéfico para a sua carreira e também para o crescimento da sua área de marketing. Vamos lá?

Por que aprender a programar?

Antes de mais nada, eu não espero que você se torne um programador/desenvolvedor front-end ou back-end, na verdade, pouco quero isso. Até porque, você estaria trocando de carreira, não é mesmo?

Mas voltando ao ponto inicial, por que aprender a programar? Como falei no começo do artigo, a quantidade de novas tecnologias para o marketing só cresce, o mercado de Martech deverá ser um dos grandes para 2018, além das AdTechs, Fintechs e AgroTechs. Por isso mesmo é importante você compreender as principais lógicas de programação, os jargões e implementações para assim conseguir avaliar melhor as ferramentas, podendo fazer testes mais efetivos e realmente saber o que está fazendo.

Um outro ponto que julgo ser interessante aprender a programar é sair um pouco da zona de conforto. Normalmente, profissionais do marketing são de humanas e programação parece ser algo muito de exatas. Infelizmente, não podemos mais utilizar este argumento. Humanas ou exatas, importante é continuar aprendendo e nada melhor do que algo que vá te ajudar no seu trabalho e ainda te ajudar a desenvolver raciocínio lógico. Bacana, não?

Tá, mas onde eu aplicaria isso?

Isso dependerá do seu próprio dia-a-dia, mas posso listar algumas aplicações que passei e/ou vejo profissionais passarem com programação:

  • Conferir se um Pixel do Facebook está correto;
  • Inserir a tag do Facebook ou Google para acompanhamento de campanha;
  • Inserção de widgets no WordPress;
  • Customização de URL de campanha AdWords;
  • Teste de Landing Page;
  • Análise mais profunda do teste A/B feito;
  • E por ai vai.

OK, me convenceu, mas como começar?

Se você entendeu e quer começar a programar, tenho uma ótima notícia. Existem diversos sites, vídeos, escolas, empresas que estão ensinando a programar. Mas como isso é uma questão de gosto, vou recomendar um que é grátis, tem versão em português e eu fiz há alguns anos atrás: Code Academy.

O Code Academy é super simples, bem didático e já inicia o curso com as três coisas que acredito ser essenciais para o dia-a-dia da maioria dos profissionais do marketing: HTML, CSS e JavaScript. A lógica de programação você aprenderá ao longo dessas três linguagens.

É isso. Espero que vocês tenham gostado deste artigo. Se gostou, compartilhe para a sua rede e principalmente para aquele amigo que ainda tem resistência com tecnologia na área de marketing. Não deixe de assinar a nossa newsletter também. Até a próxima.

Eric Hayashi
Eric Hayashi
Editor DoMKT × CM Sympla × Curador Startup Digest × Owner EHayashi | #startup #photo #digital #biz #video #tech #creative [+]