Sim! Marketing é para todos

Trello - Melhor Ferramenta de Agile Marketing
Conheça o Trello! Melhor ferramenta para Agile Marketing
23/01/2017
Visão do Cliente: Como inovar e fazer o bem?
Visão do Cliente: Como inovar e fazer o bem?
06/02/2017
Show all
Marketing é para todos

Hey, você, me fala uma coisa. Quantas vezes você já não pensou “ah, marketing só funciona para grandes empresas” ou então “eu não sirvo para marketing porque o meu negócio ou a minha empresa não trabalha com bens de consumo”. Algumas vezes, não é verdade? Pois então, você está terrivelmente enganado e vamos de provar neste vídeo. Dê o play e depois comente se você realmente acha que marketing não é para você.

Transcrição do Vídeo

Tudo bem gente aqui é Pedro Waengertner. E hoje eu quero falar com vocês sobre, obviamente marketing que é o tema que eu mais gosto de falar, mas sobre a importância do marketing para todo mundo.

Porque que eu digo isso. Porque normalmente a gente pensa que “ah marketing é bom para empresas de bem de consumo ou empresas de serviço ou grandes varejistas”, mas para mim empresa não é importante. E aí tem duas coisas que o pessoal se engana.

Primeiro, o que que é marketing, e a segunda é que acha que vai gastar dinheiro para fazer isso acontecer.

Então eu quero desmistificar essas duas coisas dando alguns exemplos práticos para você. Mas primeiro, o que é marketing? O que é fazer marketing?

Está gostando do conteúdo?

Cadastre-se para receber todos os nossos artigos em primeira mão, vamos lá?

Nós valorizamos a sua privacidade, não enviaremos spam para você

Marketing é a gente pensar toda nossa empresa sob a ótica do cliente. Não só a fazer ações de comunicação. Mas pensar tudo. Pensar em como a gente atende, como é o nosso produto e satisfazer o cliente melhor do que qualquer outra pessoa, naquele job, naquilo que a gente se propõe a fazer.

E não é porque a gente tem uma empresa pequena, porque a gente tem a empresa que teoricamente não se encaixa, que marketing não deva ou possa ser feito. E eu vou dar dois exemplos para vocês muito bem sucedidos de empresas não tradicionais que fizeram marketing muito bem feito.

1º exemplo: Charity Water

Charity Water - Website

Primeiro dela, o pessoal fala muito de ONG. Pessoal, muitas vez, vem aqui apresentar para mim startups sociais. Startup social não existe para mim. Startup é Startup, se ela causa no final um benefício social, ótimo. Mas startup social muitas vezes é uma ONG travestida de Startup. Não tem problema ser uma ONG, é legal ser uma ONG, se você for uma boa ONG e impactar o máximo de pessoas que você conseguir.

Eu vou dar um exemplo legal de uma das ONGs que eu mais gosto que é a Charity Water. É uma ONG que traz água potável aí para comunidade do mundo inteiro e foi fundada no Estados Unidos. trabalhando duas coisas muito importantes: primeiro é o design, que é top. Você entra lá não parece design de uma ONG, parece um design de uma Startup, super super cool, super moderna e a segunda é maneira como que eles falam com o cliente, ela é muito direta, é muito clara.

Na página de doação, onde você consegue doar, você consegue montar uma campanha sua para doar. E aí ele mostra quanto você quer levantar e mostra quantas pessoas você vai ajudar. Então de maneira muito rápida, muito fácil, eu consigo entender a proposta de valor e consigo avançar. Não é à toa que essa Startup, que é uma ONG, na verdade conseguiu se destacar no mundo inteiro e tem apoio de grandes celebridades e um impacto consequentemente muito grande, ao levar água potável para várias comunidades o mundo inteiro.

Então ela escolheu basicamente o branding e o design como forma de se diferenciar. Não é porque eu sou uma ONG que eu tenho que ser feio, não é porque eu sou uma ONG que eu não tenho que ser profissional na maneira como eu vendo, como o impacto a minha oferta. Oferta é oferta em qualquer setor.

Se você quer ter um impacto no mundo, você tem que saber fazer marketing. De um jeito ou de outro, você não tem escolha.

2ª Exemplo: Hamilton

Hamilton - Website

Outro caso que eu gosto muito, eu vou descrever uma peça de teatro para ver se você se motiva a assistir.

“É uma peça que fala do Alexander Hamilton, que foi um dos fundadores da independência dos Estados Unidos. Então tem o Thomas Jefferson, tem o Benjamin Franklin, tem todo esses caras aí numa peça musical da Broadway”. E aí? Motivou a ir assistir? Não é muito legal, né? Se gente pensa nesses termos, não é muito legal. Só que o criador do Hamilton,
que é um cara super inovador, ele colocou um “twist”.

É um rap, a peça é toda cantada como um rap e todos os atores são negros. Uma trilha sonora incrível e ele democratizou a trilha sonora. Se você for no Spotify ou em qualquer serviço de streaming, tem a trilha sonora inteira do Hamilton e eles conseguiram varrer os Estados Unido. É a peça de maior sucesso na Broadway, tranquilamente dos últimos 20 anos. A maneira como ele impactou um assunto, que teoricamente é chato, em um assunto legal.

E ele conseguiu ganhar uma exposição, o criador foi considerado o número 1 em inovação pela Fast Company esse ano, por uma peça na Broadway. Ele trouxa, se posicionou de um jeito onde os outros não estavam posicionados. De novo, marketing puro. Como vou me posicionar, quem são os meus concorrentes. Tem como eu me posicionar em um mercado super concorrido? Claro que tem.

A Broadway nos últimos tempos vem sido varridas por peças da Disney ou de crianças, muitas peças requentadas. E o que é conteúdo original? O que é conteúdo de primeira? O que saiu na Broadway como Miss Saigon e Cats? Agora a gente não tem mais. Ai vem um cara, nos desafia a tudo isso e vem com um proposta super inovadora, e cria uma super peça. De sucesso absoluto de vendas, e reconhecimento. Se você olhar o Twitter ou no Facebook, você vai ver a maneira como ela se comunica é bem diferente de uma peça tradicional.

Tanto é que, enquanto as pessoas estão na fila, lá esperando para pegar aquela “loteria” que eles dizem, quando eles fazem um sorteio para as pessoas comprarem ingresso de última hora, eles vão ali na rua e cantam para as pessoas. É muito legal como você pode se diferenciar e trabalhar o marketing de qualquer maneira, com qualquer coisa.

Isso é o que eu acho mais legal no marketing e é por isso que eu trabalho e me dedico a aprender sempre um pouco mais sobre o assunto.

Valeu gente e até a próxima.

Eric Hayashi
Eric Hayashi
Editor DoMKT × CM Sympla × Curador Startup Digest × Owner EHayashi | #startup #photo #digital #biz #video #tech #creative [+]